Finanças

Como e onde Começar a Investir dinheiro?

Como e onde Começar a Investir

Veja como e onde começar a investir o seu dinheiro!

Se você quer investir mas não sabe como e onde começar nos vamos te dar uma ajudinha. Confira abaixo o que é necessário para começar a investir dinheiro e quais são os melhores investimentos para iniciantes.

Muitos brasileiros ainda tem como investimento principal a poupança, ela é o modo mais fácil e prático para começar a investir, entretanto é um dos piores investimentos a se fazer, o dinheiro não rende quase nada e você perde anos da sua vida sem ter um lucro significativo.

Então hoje vamos ver como começar a investir de verdade e ter rentabilidades maiores que a poupança.

Começar a Investir

Começar a Investir

5 Passos para Começar a Investir:

Com os 5 passos a seguir você vai conseguir saber melhor sobre o seu perfil como investidor e onde deve aplicar seu dinheiro para começar a ter boas rentabilidades.

Defina um objetivo para investir!

Para conseguir realizar algo precisamos estar motivados e com foco, não é mesmo?! Então para começar a investir é a mesma coisa, você deve saber exatamente para qual finalidade você quer começar a investir.

Objetivo para Investir

Objetivo para Investir

Os objetivos podem ser os mais variados possíveis, e você deve pensar também por quanto tempo você quer manter esse investimento, se é para um ano, 5 anos ou mais. Abaixo segue uma lista dos objetivos mais comuns, onde você pode usar para se inspirar:

  • Trocar ou comprar um carro ou moto;
  • Reformar ou comprar uma casa;
  • Guardar dinheiro para emergências;
  • Viajar;
  • Ter um filho;
  • Se aposentar;
  • Etc.

Entenda os diferentes tipos de investimentos e qual é o seu perfil:

Para começar a investir é necessário entender os tipos de investimentos, e não são poucos. Então você precisa de conhecer melhor os tipos de investimentos e o seu perfil de investidor. Existem 3 tipos de investidores, os conservadores. os moderados e os agressivos.

Perfil do Investidor

Perfil do Investidor

  • Conservador: É o investidor que prioriza a preservação dos seus recursos acima de tudo. Não assume riscos que possam comprometer seu patrimônio, ainda que a rentabilidade seja abaixo da média. É o que menos tolera perdas e falta de liquidez.
    Investimentos Conservadores: Renda fixa, poupança, CDBs e fundos indexados ao CDI.
  • Moderado: É o investidor que assume riscos um pouco maiores em busca de rentabilidade superior à média do mercado. Dá importância à segurança. Por isso, busca investir de forma equilibrada em diversas classes de ativos, como renda fixa, ações e fundos multimercados.
    Investimentos Moderados: Renda fixa, fundos com rentabilidade superior do CDI e fundos imobiliários.
  • Arrojado ou agressivo: Assume riscos mais altos, em busca da maior rentabilidade possível. Entende que a oscilação diária dos mercados é suavizada no médio e no longo prazo, quando o mercado apresenta maior estabilidade. Tem bom conhecimento do mercado.
    Investimentos Arriscados: Ações e fundos multimercados.

Escolha por quais meios você quer investir:

Após saber qual é o seu perfil e quais são seus objetivos, você precisa saber onde investir. Atualmente existem diversos meios que te possibilitam investir com segurança e agilidade. Para te ajudar vamos indicar algumas escolhas:

Bancos ou Corretoras

Bancos ou Corretoras

Bancos

  • Itaú
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Santander
  • Bradesco
  • Banco Modal
  • Banco BS2
  • Banco Next
  • Banco Inter
  • BTG Pactual
  • Banco Pan
  • Outros bancos

Corretoras

  • Rico.com.vc
  • Easynvest
  • XP Investimentos
  • Inter DTVM
  • Genial Investimentos
  • Etc

Aplicativos

  • Tesouro Direto
  • Warren
  • Pi Investimentos
  • Ciclic
  • Nubank (NuConta)
  • PicPay
  • Mercado Pago
  • PagBank
  • Etc

Escolha com que frequência você quer aplicar seu dinheiro e quando quer resgatar:

Além do objetivo você precisa saber com que frequência você quer investir, se é mensalmente, semanalmente ou até mesmo aplicar tudo de uma vez.

Além disso é necessário saber quando você vai querer resgatar seus investimentos. Atualmente existem investimentos que você pode retirar o dinheiro depois de 1 ano, 3 anos, 5 anos ou a qualquer momento.

Aplicar e Resgatar Dinheiro

Aplicar e Resgatar Dinheiro

Se você não tem intenção de usar o dinheiro logo escolha guardar por mais tempo, assim ele vai render mais, porém, se você quer investir apenas com o intuito de guardar uma grana, escolha os investimentos que possuem liquidez diária, onde você consegue sacar a qualquer momento.

Escolha o melhor investimento para você:

Como o intuito deste post é ajudar pessoas que estão iniciando os investimentos, vamos listar os melhores tipos de investimentos para pessoas com o perfil conservador, que quer investir com segurança.

Tipos de Investimentos

Tipos de Investimentos

  • Fundos de Investimentos: Em fundos de investimentos os responsáveis por escolher as melhores aplicações são os bancos ou corretoras. E as taxas de tributação são regressivas, ou seja, quanto mais tempo o dinheiro fica investido, menor será a taxa.
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio): LCA é um empréstimo feito pelo investidor a uma instituição financeira que destina o valor para realização de financiamentos no setor agropecuário. A LCA é um investimento de renda fixa e possui baixo risco e alta rentabilidade.
  • CDB (Certificado de Depósito Bancário): O Certificado de Depósito Bancário é um título emitido pelos bancos para conseguirem dinheiro a fim de financiar as suas atividades de crédito. Em outras palavras, o cliente efetua um “empréstimo” para instituição financeira e recebe uma rentabilidade diária.
  • RDB (Recibo de Depósito Bancário): O Recibo de Depósito Bancário é um tipo de investimento que visa “emprestar” dinheiro para que um banco financie empréstimos para outros indivíduos. Assim como os investimentos já citados, ele é garantido pelo FGC e possui baixo risco.
  • LC (Letra de Câmbio): A Letra de Câmbio também é um título de renda fixa, sendo emitida por instituições financeiras. O investidor empresta dinheiro para ser utilizado como lastro de contratos de financiamento em troca do pagamento de juros em cima do montante aplicado. Assim como os demais investimentos, possui valor mínimo para aplicação e conta com o Fundo Garantidor de Crédito.
  • Tesouro Direto: Todos os investimentos mostrados anteriormente são títulos privados. O Tesouro Direto difere deles, pois é um título público que tem a finalidade de financiar os investimentos do Governo Federal em educação, infraestrutura, saúde, entre outros. Nesta modalidade, o cliente compra títulos da dívida pública em troca de uma rentabilidade. No Tesouro Direto, ela só é garantida quando o resgate é realizado no vencimento. Este investimento é considerado um dos mais seguros e com menor risco do mercado.

Fonte: Blog Mobills

Ficou um pouco extenso, mas espero que este artigo tenha te ajudado de alguma forma e te incentive a investir em qualquer meio citado acima.

Se você tiver alguma dúvida deixe nos comentários ou envie ela para o nosso Instagram: @SejaGeekBr. E se gostou do post compartilhe com seus amigos.

Até a próxima!

Veja também ⇒ Os 4 Melhores Apps de Finanças

Sobre o Autor

Ronei

24 anos.
Venda Nova do Imigrante - Espirito Santo, BR.
Apaixonado por tecnologia, cartões, filmes e séries!